Você conhece a Microfisioterapia?



Conheça os sinаis do seu corpo!


Cada momento da sua vida fica registrado no seu corpo. Problemas de saúde podem estar relacionados a estes registros.

A Microfisioterapia é uma técnica complementar que visa encontrar a causa dos eventos.


 

Agendar avaliação

Segunda a Sexta: 08:00 às 18:00

Rua Desemb. Jorge Fontana, 80/510
Belvedere, Belo Horizonte - MG

AGENDAR

Indicações

  • Alergias

  • Enxaqueca

  • Depressão

  • Distúrbios do sono
  • Transformamos a informação de uma vida com o toque


    MICROFISIOTERAPIA

    A Microfisioterapia ou, do Francês, Microkinesitherapie, é uma técnica de terapia manual da fisioterapia que consiste em identificar no corpo a causa primária de um sintoma ou doença e, a partir disso, estimular a auto-cura, fazendo com que o corpo reconheça o agressor (trauma) e inicie o processo de eliminação do mesmo.

    Quando o sistema imunológico não consegue eliminar tal agressor, surgem as cicatrizes patológicas que ficarão na memória do tecido e atrapalharão o funcionamento das células nos vários tecidos e/ou órgãos do corpo.


    SAIBA MAIS BASES DA MICROFISIOTERAPIA INDICAÇÕES

    REPROGRAMAÇÃO BIOLÓGICA

    É um método de terapia de informações e toques físicos ao indivíduo, sobretudo ao que se refere aos traumas emocionais da sua vida. Criada na década de 70 pelo médico alemão Dr. Hyke Hamer, intitulado pelo mesmo como “A Nova Medicina Germânica” busca relacionar os conflitos emocionais inscritos durante a vida com as “doenças” orgânicas por eles gerados.

    A reprogramação biológica busca garantir um sentido para o aparecimento das doenças. Se o paciente entender o sentido biológico dos seus sintomas, ele terá o suporte necessário para trilhas os caminhos da cura.


    SAIBA MAIS

    Dúvidas Frequentes


    Qual o objetivo da Microfisioterapia?
    A microfisioterapia ajuda o corpo a eliminar traumas que estão guardados na memória celular e que o impedem de funcionar de maneira adequada. Nosso corpo luta todos os dias contra agressões de diferentes naturezas e intensidades. Normalmente nosso organismo se autocorrige sem que se perceba mas, se as agressões forem muito fortes ou não reconhecidas pelo corpo, este não reagirá de forma eficaz, deixando a nível tecidual uma memória do acontecimento. Um acúmulo dessas memórias pode fazer com que apareça uma dor, uma doença se desenvolva e torne o corpo incapaz de lutar.
    Posso realizar o tratamento com a microfisioterapia simultaneamente a outras terapias?
    Sim. A Microfisioterapia pode ser realizada simultaneamente a outros tratamentos, sejam eles físicos ou psíquicos, como outras técnicas fisioterápicas ou tratamento medicamentoso.
    Quando devo procurar o tratamento através da microfisioterapia?
    Sob aspecto terapêutico, você deve procurar a Microfisioterapia quando sentir que algum órgão não está funcionando muito bem (constipação intestinal, azia, problemas urogenitais, etc.), quando algum tipo de dor aparecer (lombalgia, ciatalgia, cervicalgia, etc.), e/ou quando detectada alguma instabilidade emocional (depressão, ansiedade, tristeza, aperto no peito, etc.) É importante ressaltar que a Microfisioterapia também é uma técnica preventiva e que promove a saúde e o bem-estar. Portanto, se você não se encontra numa condição de bem-estar, você apresenta indicação para a técnica, pois existe algum desequilíbrio no seu organismo.
    Como é a sessão de Microfisioterapia?
    A sessão dura cerca de 1 hora. Após discorrer sobre as razões da consulta, o paciente deita sobre uma maca. A partir disso, o terapeuta inicia o processo de identificação das memórias através de toques sutis e, após identificadas, ele estimula o corpo em pontos específicos de modo a informar ao corpo a presença desta cicatriz. Assim, o corpo inicia um processo de eliminação definitiva da memória.
    Quanto tempo dura o tratamento e qual a periodicidade das sessões?
    A duração do tratamento depende de caso para caso, pois cada organismo vai reagir de uma maneira diferente ao tratamento. Normalmente, para um determinado sintoma, indicamos 3 a 4 sessões. Depois da alta o paciente pode fazer uma “manutenção”, somente para prevenção, ou quando houver algum novo evento de perturbação e/ou agressão. Depois de cada sessão o corpo precisa de 30 a 90 dias para se reorganizar e se restabelecer. É indicada a ingestão de muita água durante o período de tratamento para auxiliar na eliminação das toxinas. Após cerca de 60 dias o paciente passa por uma reavaliação e, se necessário, é submetido à nova sessão, até a alta definitiva do tratamento.
    Se não tenho dores posso me submeter às sessões de Microfisioterapia?
    Microfisioterapia não é somente uma técnica terapêutica, ela também pode atuar de forma preventiva ou curativa. Além das dores, a Microfisioterapia trata também os aspectos emocionais e orgânicos (ansiedade, irritabilidade, alteração de humor, distúrbio do sono, etc.).
    Devo me despir para a sessão de Microfisioterapia ?
    Não é necessário se despir para realizar o tratamento. A roupa não interfere na efetividade do tratamento. Porém, são indicadas roupas mais leves para a realização das sessões.
    Como o fisioterapeuta percebe essas memórias na pele ?
    A sensação que o fisioterapeuta procura no corpo do paciente é a perda de ritmo vital. Qualquer atividade corporal tem seu ritmo vital dentro do organismo e também à superfície da pele. Estes ritmos vitais são percebidos pelas mãos como “micromovimentos”. O fisioterapeuta vai palpar diferentes zonas do corpo a fim de verificar se os ritmos são normais, essa palpação se faz em um movimento de aproximação das mãos. Se os ritmos estiverem ausentes, isso significa que existe uma “cicatriz”, fonte de uma disfunção na região ou a distância. É essa sensação que vai guiar o terapeuta a seguir o caminho que a agressão percorreu no corpo e consequentemente ativar sua auto cura.
    Existem reações após a sessão ?
    Sim. Como houve uma estimulação do seu organismo, ele tende a eliminar as memórias e desencadeia um processo de defesa, podendo apresentar alterações físicas (cansaço, diarréia, vômito, febre, aumento da dor, etc.) e/ou emocionais (irritabilidade, raiva, tristeza, etc) que vão desaparecer rapidamente sem a necessidade de algum tratamento. Isso acontece como sinal de liberação das memórias agressoras, o paciente deve então descansar e deixar o sistema imunológico trabalhar, com o mínimo de interferência medicamentosa possível, não esquecendo de beber muita água.
    Porque não tratar somente a zona dolorosa ?
    Porque a memória traumática que causa a dor não está necessariamente no mesmo local. O corpo é uma máquina complexa com reações em cadeia que podem fazer-se em longas distâncias. É por isso que o tratamento não é localizado unicamente sobre uma região, mas sobre o conjunto do organismo, o fisioterapeuta considera o corpo na sua globalidade. Assim, dores lombares podem ter como origem as glândulas paratireóides situadas na base do pescoço: estas enviam uma mensagem química errada que provoca espasmos dos músculos da coluna a nível lombar. Por um diagnóstico micropalpatório compêndio, o fisioterapeuta poderá localizar e identificar a memória traumática que causa hoje a dor. Ajudando o corpo a eliminar esta cicatriz, vai causar não somente o alívio da dor, mas também vai ajudar o corpo a eliminar os riscos de recidivas, ou que essa memória desloque-se ou que ela cause uma degeneração.
    A melhora do paciente pode ser auxiliada pela auto-sugestão?
    A partir do momento que se colocam as mãos no paciente, isolam-se as porções do tecido corporal que guardaram as memórias de agressões e permite-se que o corpo promova sua autocorreção. Isso acontece em todas as pessoas, desde recém-nascidos até pessoas idosas. Portanto, não tem como a melhora do paciente ser auxiliada pela auto-sugestão, até mesmo porque os bebês, que ainda não têm como ser sugestionados e as pessoas mais discrentes obtém resultados.
    É uma técnica científica ?
    Hoje, considera-se ciência o que foi avaliado. O microfisioterapeuta foi objeto de mais de trinta tipos de avaliações, algumas em meio hospitalar e de acordo com protocolos rigorosos (duplo cego) mostraram o efeito benéfico da técnica de 74% de pacientes que sofriam de colopatia crônica. Investigações em laboratórios foram efetuadas da mesma forma referentes aos ritmos vitais do organismo vivo. Na Europa foram realizados 42 trabalhos científicos, no Brasil as pesquisas estão sendo realizadas, pacientes estão sendo examinados através das respostas do sistema nervoso autônomo e da variabilidade cardíaca antes e depois da sessão para que os resultados sejam examinados. Na Europa são 5.000 microfisioterapeutas, lá o governo já reconhece a microfisioterapia e paga por esse tipo de sessão, vendo-se tamanho beneficio, na qualidade de vida, diminuição de medicamentos e bem-estar das pessoas.
    Quais problemas a microfisioterapia pode aliviar ?
    Muitas doenças e dores se devem a pequenas disfunções que se acumulam durante a nossa existência e terminam por enfraquecer o organismo. Essas disfunções podem ter com causa uma frustração, perdas, sentimentos de abandono, traumas que ocorreram na gestação, intoxicações e até mesmo as memórias hereditárias. A microfisioterapia ajuda o corpo a eliminar estas “cicatrizes” e pode ajudar a melhorar muitos estados de saúde. Ajuda o organismo a fazer sua reconstituição, evacuando os vestígios tanto emocionais como traumáticos. Muitos dos problemas de saúde podem encontrar uma possibilidade de melhora com a microfisioterapia.
    Qualquer um pode executar a técnica?
    Não. Todos podem sentir o “micromovimento”, no entanto é necessário um bom conhecimento da anatomia humana para se efetuar um bom tratamento. É por isso que o Centro de Formação de Microfisioterapia (França) forma apenas fisioterapeutas.


    Há 12 anos atrás, iniciando minha residência hospitalar na área de cardiorrespiratório comecei a analisar o indivíduo sob outro ângulo, acreditando que havia algo além da doença, das alterações físicas e fisiológicas.

    Precisava olhar o indivíduo como um todo! Comecei a fazer cursos buscando poder entender melhor o Ser humano e a relação que poderia apresentar com as doenças. Iniciei uma busca, e há 10 anos me aprofundei no aprendizado sobre a mente humana, em um curso de treinamento e desenvolvimento mental. Em um primeiro momento queria buscar algo que explicasse o papel do Homem no meio, depois analisando algumas manifestações e repercussões que o Homem apresenta após situações mais difíceis, traumas, contextos sociais pesados, etc.

    Nessa mesma época uma amiga psicóloga me falou sobre a Microfisioterapia, técnica francesa até então pouco difundida e conhecida no Brasil. Busquei muitas informações mas naquela época com pouca tecnologia (não havia internet tão boa assim...rsrsr) acabei desistindo.

    Passado algum tempo, outra amiga me falou que eu precisava trabalhar com a Microfisioterapia, que tinha tudo haver com o que eu buscava e era específico para fisioterapeutas. Ao conhecer e iniciar esta nova especialização, tive a oportunidade de descobrir uma nova forma de olhar e tratar os pacientes.

    A transformação provocada pela Microfisioterapia vem da informação que o próprio corpo armazena e fornece ao terapeuta habilitado por essa técnica, informação de traumas e situações de conflito vividas e não superadas pelo organismo. Essa informação é tanto no nível racional como do inconsciente.

    CURRÍCULO MATÉRIA JORNAL DA CIDADE

    Depoimentos

    • R.C.S.
      Resolvi procurar a microfisioterapia para tentar tratar uma psoríase grave que meu filho de 5 anos havia desenvolvido. Era muito novo mas fui confiante no tratamento, sem nem imaginar que já pudesse ter memórias de traumas e situações vividas por nós, pais. Meu filho ficou encantado com a Dra. Graciela, super à vontade no atendimento e ela, de uma delicadeza sem fim. Como havia algum tempo de evolução dessa alteração precisamos de 3 sessões para alcançar o resultado final e desejado. Hoje já não preciso passar nem mesmo hidratante nas articulações dele e considero que o problema foi resolvido em sua origem. Super recomendo!
      R.C.S.
      Dentista, 40 anos
    • G.P.A.
      Minha filha sentia muito medo e insegurança, com 10 anos ainda dormia na minha cama e era muito dependente de mim. Resolvi procurar a microfisioterapia e fiquei realmente surpresa com os resultados, nunca imaginei que tantas alterações e problemas que vivenciei na gestação pudessem ter interferido em sua vida. Com apenas uma sessão ela voltou a dormir no quarto dela e o comportamento mudou completamente, mais segura e decidida. Com certeza o tratamento depende muito de empatia e confiança no profissional, que fizeram no meu caso, toda a diferença. A Dra. Graciela é um anjo, meiga, sutil e muito competente, nos colocou todas as memórias e traumas de maneira clara e precisa, o que facilitou e muito esse processo de auto-cura.
      G.P.A.
      Empresária, 38 anos
    • A.N.
      Eu apresentava dor lombar crônica há 34 anos, já havia tentado vários tratamentos mas sem resolução, até que minha filha me indicou a técnica da Microfisioterapia. Tive algumas alterações intestinais e piora das dores nos primeiros dias pós-sessão mas depois uma melhora absurda. Após 2 sessões já não sentia mais nada e sem a limitação de movimentos que tanto interferia na minha vida. Achei a técnica sensacional e a Dra. Graciela é uma profissional extremamente comprometida, delicada, sensível e atenciosa. Com certeza foi fundamental para minha cura!  
      A.N.
      Professora Aposentada, 75 anos
    • V.P.
      Procurei a microfisioterapia por indicação de uma amiga como tentativa de tratar um eczema úmido que minha filha apresentava desde o nascimento. Já havia procurado vários profissionais mas nunca tinha conseguido um resultado eficaz. Na primeira sessão, até como reação, como a Dra. Graciela havia comentado, houve piora das lesões, com aumento da coceira e vermelhidão. Depois de alguns dias foi secando completamente. Ela precisou de 3 sessões mas hoje a pele está íntegra, perfeita! Só posso agradecer a você, excelente profissional que encontrei no caminho e que abençoada sejam suas mãos.  
      V.P.
      Instrumentadora Cirúrgica, 48 anos
    • Elias Teixeira
      Tive indicação para a Microfisioterapia através da minha psiquiatra para complementar meu tratamento da depressão. Logo na primeira sessão já observei uma melhora significativa, fato observado não apenas por mim e já iniciei a redução de medicamentos sob acompanhamento médico. Achei a técnica fantástica, me deu a possibilidade de me conhecer e entender sobre algumas situações difíceis que passei e nem imaginava, fatos esses que marcaram e muito a minha vida.  
      Elias Teixeira
      Designer, 36 anos
    • Vera Moreira Saliba
      Por causa de dores insuportáveis nas pernas, consultei um ortopedista. Ele me disse que eu estava com artrose e havia rompido o menisco, me aconselhando a fazer aplicações. Resolvi buscar outra opinião médica e nesse meio tempo uma amiga me contou sobre a microfisioterapia e me indicou a doutora Graciela. Expliquei minha queixa e em meados de julho fiz uma sessão de microfisioterapia. Senti vômito logo depois, mas sabia que era meu corpo reagindo à técnica. A cada dia desde então, venho me sentindo melhor e as dores foram embora. Não tenho mais a dificuldade de locomoção que eu apresentava. Estive em outro médico para me consultar e ele afirmou que meu quadro no momento é clinicamente bom. No fim de agosto, fiz uma nova sessão de microfisioterapia. Foi compensador conhecer a técnica”.  
      Vera Moreira Saliba
      Professora de Corte e Costura, 64 anos
    • Leda Maria Carvalho Bittencourt
      Estava há três meses com dores insuportáveis nas costas, até para respirar doía. Nunca tinha sentido nada tão desagradável e constante. Cheguei a ir ao hospital e tomar os anti-inflamatórios recomendados, mas a dor persistia. Desconsolada, resolvi experimentar a microfisioterapia. Amei! O processo ocorreu exatamente como a doutora Graciela falou que seria, pois trata a raiz do problema. A partir do quinto dia, senti um alívio mágico. Achei fantástico o resultado! Só mesmo consultando para entender… Já indiquei a microfisioterapia para várias pessoas.”  
      Leda Maria Carvalho Bittencourt
      Aposentada, 56 anos
    • R.C.B.
      Dentro de cada um de nós existe um universo de possibilidades, para muitos , ainda desconhecido. Sentimentos, ações e reações que, nos mostram facetas de nós mesmos desagradáveis e que não sabemos controlar, tampouco, sabemos sua origem. A microfisioterapia , além de buscar as causas, mergulha em nosso interior , desativando as marcas deixadas por experiências vividas  por nós ou até mesmo por nossos antepassados, evitando-se assim, as mais diversas manifestações em nosso corpo. Graciela Petermann, profunda estudiosa desta área ,vem para marcar  época. É , sem dúvidas , umas das profissionais mais gabaritadas do país. Além de seu exímio preparo para exercer tal função , somamos ainda sua ilimitada capacidade de "sentir". Ela vai além. Usa toda a sua expertise  e realiza um tratamento eficaz. Seja  você alguém  simples ou um PhD , que deseja mudar seu status quo, posso afirmar, ela irá lhe surpreender.  
      R.C.B.
      Médico, 39 anos

    Blog


    25 de agosto de 2017

    Microfisioterapia x Lombalgias

      Segundo a OMS, cerca de 80% da população tem ou terá em algum momento da vida a dor lombar. No Brasil, 50 milhões de brasileiros […]
    25 de agosto de 2017

    Microfisioterapia x Cefaléias e/ou enxaquecas

    As cefaléias e/ou enxaquecas, estão presentes em milhares de pessoas, e várias são as suas causas, porém, em 90% dos casos essas dores são de origem […]
    25 de agosto de 2017

    Microfisioterapia x Depressão

    A depressão é uma patologia, um distúrbio afetivo que vem atrapalhando e muito a humanidade, hoje atinge cerca de 8 a 12% da população e tem […]
    25 de agosto de 2017

    Fibromialgia x Microfisioterapia

    Você já ouviu falar em fibromialgia? Trata-se de uma patologia reumatológica e é caracterizada por dor muscular generalizada, acompanhada de sintomas como fadiga, alterações de sono, […]

    Contato

    Atendimento

    Atendimento somente com hora marcada.

    • 8:00 às 18:00

    Endereço